PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

José de Caldas Simões Neto, Ariza Maria Rocha

Resumen


O estudo busca ressignificar as práticas de educação ambiental na formação e atuação dos professores de Educação Física partir de uma revisão de literatura e avaliar a formação dos professores de Educação Física da região CRAJUBAR do Cariri Cearense para atuação com a Educação Ambiental. Destacado os desafios na formação de professores de Educação Física, as possibilidades, ações e estratégias de ensino em atividades ligadas as práticas corporais como um elo na promoção de uma construção de novos valores pró-ambientais, capazes de gerar novas sensibilidades para a relação entre homem e meio ambiente.


Palabras clave


Educação Ambiental; Educação Física; Ensino.

Texto completo:

HTML (Português (Brasil))

Referencias


ALMEIDA, J. J. (1994). Desenvolvimento ecologicamente auto-sustentável. Revista Humanidades.. Brasília: Ed. UNB, 10(4).

ANTUNIASSI, M. H. (1995). Educação ambiental e democracia. São Paulo, SP: Gaia.

Constituição, B. R. A. S. I. L. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal.

Brasil. (2002). Decreto nº 4.281, de 25 de junho de 2002: Regulamenta a Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999, que institui a Política Nacional de Educação Ambiental, e dá outras providências. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], 139(121).

Brazil, C. P. D. I. Decreto nº 73.030, de 30 out. 1973. Cria, no âmbito do Ministério do Interior, a Secretaria Especial do Meio Ambiente–SEMA.

Brasil, L. (1981). 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Publicado no DOU em, 2.

Brasil. (1996). Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas.

Brasil. (1999). Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999: Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, 79.

Carvalho, I. C. D. M. (2004). Educação ambiental crítica: nomes e endereçamentos da educação. Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 13-24.

Peçanha de Miranda Coelho, J. A., Veloso Gouveia, V., & Lemos Milfont, T. (2006). Valores humanos como explicadores de atitudes ambientais e intenção de comportamento pró-ambiental. Psicologia em estudo, 11(1).

Corral-Verdugo, V. (2000). A definição de comportamento pró-ambiental. Psicologia social no México , 8 (1), 466-472.

Domingues, S. C., Kunz, E., & de Araújo, L. C. G. (2011). Educação ambiental e educação física: possibilidades para a formação de professores. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 33(3).

Figueiredo, J. D. P., & Schwartz, G. M. (2013). Atividades de aventura e educação ambiental como foco nos periódicos da área de Educação Física. Motriz: Revista de Educação Física, 467-479.

Figueiredo, R. P. D. (2002). Educação física para educação ambiental: Uma relação a ser construída na transitoriedade. Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento Sustentável – Centro de Desenvolvimento Sustentável, Universidade de Brasília, Brasília.

Garcia, L. G., Kowalski, M., & Alves, R. J. A. (2009). Lazer e meio ambiente: as práticas educativas e de sensibilização na natureza por meio do lazer e seu potencial na estação de pesquisa, treinamento e educação ambiental–Mata do Paraíso em Viçosa–MG. LICERE-Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, 12(3).

Ghiraldelli, P. (1998). Educação física progressista (Vol. 10). Edições Loyola.

Guerra, A. F. S. (2013). Ambientalização curricular e sustentabilidade na Universidade: concepções de professores e Coordenadores de cursos de graduação da Univali. In CONGRESSO NAICONAL DE EDUCAÇÃO EDUCERE (Vol. 11).

Ihering, R. V. (2002). A luta pelo direito. Título original: Der Kampf um's Recht. Tradução de Pietro Nassetti. São Paulo: Editora Martin Claret.

KUNZ, E. (1997). Pensando o Currículo Coletivamente: Parceria UFSC-PMF. Seminário de Educação Física Escolar e Ensino Médio, 4, 98-106.

Leite, D. M. T.; Caetano, C. A. (2004) Educação física, esporte e lazer na natureza: preservação, modismo, apologia. Será tudo isso? Motrivivência, v.26, n.22, p.137-143, Jun.

LIMA, G. F. D. C. (2011). Educação ambiental no Brasil: Formação, identidades e desafios. Campinas, SP: Papiros.

Medina, J. P. S. (1986). A educação física cuida do corpo e--" mente". Papirus Editora.

Mello, A. D. S. (2013). Lazer e educação ambiental: relato de Experiências na formação inicial em Educação Física. Licere (Online), 16(2).

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. D. C. P., & Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto-Enfermagem, 17(4), 758-764.

Castilho Moreira, J. C., & Schwartz, G. M. (2010). Caminho da fé: reflexões sobre lazer e ambiência. Motriz: Revista de Educação Física, 559-570.

Nascimento, C. A.; Lima, M. C.; LOPES, N. M. S.; LEITE, R. C. M. (2014). Ciências Naturais e interdisciplinaridade: um relato de experiência do projeto reciclagem e sustentabilidade do planeta terra. Revista da SBenBio, n 7, outubro.

Osborne, R., & Batista, W. A. (2009). Educação Física na década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Motriz. Revista de Educação Física. UNESP, 16(1), 28-36.

Pavesi, A., Farias, C. R., & Oliveira, H. T. (2006). Ambientalização da Educação Superior como aprendizagem institucional. Com Scientia Ambiental, 2.

Reis Junior, A. M. (2003). A formação do professor e a Educação Ambiental. Dissertação de mestrado em Educação apresentado a Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação. Campinas, São Paulo.

Reigota, M. (2010). O que é educação ambiental. Brasiliense.

Rezer, R. (2007). Relações entre conhecimento e prática pedagógica no campo da educação física: pontos de vista. Motrivivência, 19(28), 38-62.

Rodrigues, C. (2012). A ambientalização dos currículos de Educação Física no ensino superior.

Rev. Motriz, Rio Claro, v.18 n.3, p.557-570, jul./set.

Rodrigues, C. (2015). A ambientalização curricular de programas de Educação Física em universidades federais do Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 29, n. 3, jul./set.

Rodrigues, C. (2015). O Jogo, o Esporte e o Lazer na Constituição do Ideário Ambiental. LICERE-Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, v. 18, n. 1, p. 29-55.

Silva, F. W., Silva, A. M., & de Deus Inácio, H. L. (2008). A Educação Física frente a temática ambiental: alguns elementos teórico-metodológicos. Motrivivência, (30), 44-60.

Souza, M. D. S., & Lara, G. S. (2011). Prática pedagógica em educação física e a educação ambiental. Pensar prát.(Impr.), 1-11.

Stetler, CB, Morsi, D., Rucki, S., Broughton, S., Corrigan, B., Fitzgerald, J., ... e Sheridan, EA (1998). Revisões integrativas focadas na utilização em um serviço de enfermagem. Applied Nursing Research , 11 (4), 195-206.

Taffarel, C. Z., & Lacks, S. (2007). Formação humana e formação de professores: contribuições para a construção do projeto histórico socialista. In Anais do XV Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte [e] II Congresso Internacional de Ciências do Esporte/Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. Recife: CBCE.

Tavares, F. J. P. (2003). A Educação Ambiental na formação de professores de Educação Física: uma emergente conexão. Lecturas, Educación Física y Deportes, Buenos Aires, Ano 9, n.61, p.1-5, Jun.

Tavares, F. P., & Levy, M. I. C. (2000). Implementação da educação ambiental na graduação de professores de educação física: uma reflexão. AMBIENTE & EDUCAÇÃO-Revista de Educação Ambiental, 5.

Teixeira, C., & Torales, M. A. (2014). A questão ambiental e a formação de professores para a educação básica: um olhar sobre as licenciaturas. Educar em Revista, 127-144.

Torales, M. A. (2013). A inserção da educação ambiental nos currículos escolares e o papel dos professores: da ação escolar a ação educativo-comunitária como compromisso político-ideológico. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande/RS, v. especial, p. 1-17, mar.


Resumen : 92 HTML (Português (Brasil)) : 32

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Esta publicación hace parte del Sistema de Revistas de la Universidad de Antioquia
¿Quieres aprender a usar el Open Journal system? Ingresa al Curso virtual
Este sistema es administrado por el Programa Integración de Tecnologías a la Docencia
Universidad de Antioquia
Powered by Public Knowledge Project