HEIDEGGER E AS CIÊNCIAS: UMA ABERTURA PARA UMA CIÊNCIA PSICANALÍTICA (HEIDEGGER AND SCIENCES: AN OPENING FOR A PSYCHOANALYTIC SCIENCE)

Wanderley Magno Carvalho, Oswaldo França Neto

Resumen


O artigo revisa o que Martin Heidegger (1889-1976) escreveu em sua obra a respeito das ciências e busca a partir disto, argumentos que permitam propor a cientificidade da psicanálise. Inicia com a crítica de Heidegger à metafísica ocidental e com a explicitação dos traços que a distinguem, percorre algumas considerações do filósofo sobre as ciências e, em especial, sua crítica à ontoteologia científica. Finaliza com uma reflexão sobre a psicanálise e as características fundamentais das ciências propostas pelo filósofo.


Palabras clave


Heidegger, ciência, psicanálise

Texto completo:

PDF

Referencias


BADIOU, A. (1999). Breve tratado de ontologia transitória. Lisboa: Instituto Piaget.

BADIOU, A. (2008). Lógicas de los mundos. Buenos Aires: Manantial.

BADIOU, A., & CASSIN, B. (2011). Heidegger: O nazismo, as mulheres, a filosofia. Rio de Janeiro: Tinta Negra Bazar Editorial.

BASSOLS, M. (2011). Il n’y a pas de science du réel. Mental: Revue Internationale de Psychanalyse. EuroFédération de Psychanalyse. 25, pp. 83-88.

CARMO, R.E. (1997). A metafísica e sua crise. Juiz de Fora: Manuscrito não-publicado.

DESCARTES, R. (1983). Discurso do método; Meditações: Objeções e respostas; As paixões da alma; Cartas. São Paulo: Abril Cultural.

HEIDEGGER, M. (1927/1997). Ser e tempo. Parte I. Petrópolis: Vozes.

HEIDEGGER, M. (1927/1998). Ser e tempo. Parte II. Petrópolis: Vozes.

HEIDEGGER, M. (1946/2006). Carta sobre o humanismo. Madrid: Alizanza Editorial.

HEIDEGGER, M. (1950/2006). A coisa, in Ensaios e conferências. Petrópolis: Vozes. Bragança Paulista: São Francisco.

HEIDEGGER, M. (1952/2006). O que quer dizer pensar? in Ensaios e conferências. Petrópolis: Vozes. Bragança Paulista: São Francisco.

HEIDEGGER, M. (1966). Introdução à metafísica. Rio de Janeiro. Tempo brasileiro.

HEIDEGGER, M. (1996a). Posfáscio à preleção ‘Que é metafísica?’ in Conferências e escritos filosóficos. Col. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural.

HEIDEGGER, M. (1996b). A constituição onto-teo-lógica da metafísica, in Conferências e escritos filosóficos. Col. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural.

HEIDEGGER, M. (1996c). O princípio da identidade, in Conferências e escritos filosóficos. Col. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural.

HEIDEGGER, M. (1996d). Sobre a essência do fundamento, in Conferências e escritos filosóficos. Col. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural.

HEIDEGGER, M. (1996e). O fim da filosofia e a tarefa do pensamento, in Conferências e escritos filosóficos. Col. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural.

HEIDEGGER, M. (2001). Seminários de Zollikon. São Paulo: EDUC; Petrópolis: Vozes.

HEIDEGGER, M. (2009). Introdução à filosofia. São Paulo: WMF Martins Fontes.

HEIDEGGER, M. (2012). Os problemas fundamentais da fenomenologia. Petrópolis: Vozes.

LACAN, J. (1998). Função e campo da fala e da linguagem em psicanálise, in Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

LACAN, J. (2007). O Seminário, Livro 23: O sinthoma. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

MARCONI, M. A., & LAKATOS, E. M. (2003). Fundamentos de Metodologia científica. (5a ed.). São Paulo: Atlas.

NUNES, Benedito. (1986). Passagem para o poético. São Paulo: Ática.

RORTY, R. (1997). O fedor de Heidegger. Folha de São Paulo. Caderno “Mais”. Disponível em: http://acervo.folha.com.br/resultados/?q=o+fedor+de+Heidegger&site=fsp&periodo=acervo&x=15&y=15.

SANTOS, B. S. (2012). A Destruktion heideggeriana da ontologia medieval em Die Grundprobleme Der Phänomenologie (§§ 10-12). Trans/Form/Ação [online]. v.35, n.spe. Recuperado em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31732012000400010.




DOI: https://doi.org/10.17533/udea.affs.v16n31a04 Resumen : 72 PDF : 28

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Copyright (c) 2019 Affectio Societatis

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 4.0 Internacional.

Esta publicación hace parte del Sistema de Revistas de la Universidad de Antioquia
¿Quieres aprender a usar el Open Journal system? Ingresa al Curso virtual
Este sistema es administrado por el Programa Integración de Tecnologías a la Docencia
Universidad de Antioquia
Powered by Public Knowledge Project